Eduardo White

From Wikipedia, the free encyclopedia
Jump to: navigation, search
Eduardo White (2006)

Eduardo Costley White (Quelimane, November 21, 1963 - August 24, 2014) was a Mozambican writer.

His mother came from Lisbon and his father's father was English.[1] He studied at the Instituto Industrial for three years and in 1984, he founded the magazine Charrua. He is a member of Associação dos Escritores Moçambicanos (AEMO).

Works[edit]

  • Amar Sobre o Índico, Associação dos Escritores Moçambicanos, 1984.
  • Homoíne, Associação dos Escritores Moçambicanos, 1987.
  • O País de Mim, Associação dos Escritores Moçambicanos, 1989. ( Prémio Gazeta de Artes e Letras da Revista Tempo).
  • Poemas da Ciência de Voar e da Engenharia de Ser Ave, Editorial Caminho, 1992 (Prémio Nacional de Poesia Moçambicana 1995).
  • Os Materiais de Amor seguido de Desafio à Tristeza, Maputo, Ndjira / Lisboa, Ed. Caminho, 1996.
  • Janela para Oriente, Ed. Caminho, 1999.
  • Dormir Com Deus e Um Navio na Língua, Braga, Ed. Labirinto, 2001 (Prémio Consagração Rui de Noronha).
  • As Falas do Escorpião, Maputo, Imprensa Universitária, 2002.
  • O Manual das Mãos, Campo das Letras, 2004.
  • O Homem a Sombra e a Flor e Algumas Cartas do Interior, Maputo, Imprensa Universitária, 2004.
  • Até Amanhã, Coração, Maputo, Vertical, 2005.

References[edit]

  1. ^ Biographie auf PoetsofMozambique.com

External links[edit]