Latin house

From Wikipedia, the free encyclopedia
Jump to: navigation, search

Latin house is an electronic dance music subgenre that mixes together house and Latin American music, such as that of Mexican, Brazilian, Puerto Rican, Cuban, Dominican and Colombian origin.

History[edit]

Origins[edit]

In the second half of the 1980s, some of the pioneers of house music of Latin-American descent gave birth to this genre by releasing house records in Spanish. Early examples include Jesse Velez "Girls Out On The Floor" 1985, "Amor Puertorriqueño" by Raz on DJ International and "Break 4 Love" by Raze. One influential artist was the Puerto Rican singer Liz Torres, who released Spanish versions of her songs "Can't Get Enough", "Mama's Boy" and "Payback Is A Bitch".

De 1990 para apresentar [editar] Na década de 1990 uma nova geração de produtores e etiquetas entrou no mercado. Nervous Records lançou "Quiero Saber" por os Latin Kings, produzidos por Masters at Work, assim como "está tudo bem", de Artes de Rhythm and "Philly O Blunt" por Trinidad. Produtor Strictly Rhythm empregada Armand van Helden, que lançou "Piratas do Caribe Vol. III". Canções do mesmo rótulo incluem DJ Dero "Sube", "Go-san-fazer" da tribo, da RAW "Asuca", produzido por Erick Morillo, 'Arts Raras "Boricua Posse", de Escandalo "Mas Buena" e de Fiasco "Las Mujeres ", produzido por Norty Cotto, Latina Kaos '" El Bandolero "e" Muevete Mama "e" Sugar Cane "por Afro-Cube.

Durante o mesmo período (1991 -1992), nativo Pizarro Chicago produziu "Os Cinco Tons", "New Perspective EP", "Plastica", "Caliente" e "Perdoname". Outros produtores como Ralphi Rosario e Masters at Work criado Latin House clássicos, para a produção de instância de Ralphie "Da-Me-Lo" e seu remix de Albita de "No se Parece a nada", bem como "Sul Chu Cha" por Rosabel, enquanto Louie Vega e Kenny Gonzales remix de "Sumé Sigh Say" por House of Gypsies (Todd Terry), e um notável sucesso casa Latina "de Robi Rob Boriqua Anthem" por C & C Music Factory.

Nesse meio tempo experimentos híbridos são colocadas no mercado pelos gostos de Proyecto Uno de Nova York, que combinou casa e merengue em seus LPs "todo el mundo" e "In Da House". Sua contraparte feminina é Lisa M de Porto Rico, que pode ser ouvido em "Nenhum derrumbes lo" e "sabor do latim" álbuns. Outra casa-merengue registro cabe citar a "mamacita Así", de Henry Rivera em Los Angeles do Aqua Boogie. Duo Sandy & Papo são conhecidos por seus LPs "Sandy & Papo" e "Otra Vez".

Durante meados dos anos 1990 Cutting invadiu a casa cena Latina e tornou-se o rótulo mais representativos deste gênero. De corte DJ Norty Cotto foi considerado o produtor mais representativo da casa Latina. Entre os vários sucessos são 2 Em "Las Mujeres", "carnaval" de um quarto e "Dar la vuelta", do Fun City "Padentro" e "Baila", de Sancocho "Tumba la Casa", "Alcen las manos" e "Que Siga el partido "(LP) e Los Compadres '" La Rumba ". Compilações mistos de Norty Cotto também se tornaram clássicos. Fulanito e suas LP "El hombre mas Famoso de la tierra" é uma boa combinação de casa e ritmos latino-americanos a partir desse momento. De El General "Muevelo" foi outra das melodias da época remixada para os sons de casa latin por DJ, produtor Pablo Ortiz Pabanor & Erick Morillo mais.

Hoje, muitos outros artistas da casa Latino surgiram para criar muitas canções de sucesso do gênero, e também remixes.

External links[edit]