Luís Carlos Patraquim

From Wikipedia, the free encyclopedia
Jump to navigation Jump to search

Luís Carlos Patraquim (born on 26 March 1953 in Maputo) is a Mozambican poet, playwright and journalist.

He moved to Sweden as a refugee in 1973. In 1975, he moved back to Mozambique, where he worked for A Tribuna magazine, the Agência de Informação de Moçambique (AIM), the Instituto Nacional de Cinema de Moçambique (INC) and Tempo magazine.

Patraquim lives in Portugal since 1986.

Works[edit]

  • Monção. Lisboa e Maputo. Edições 70 e Instituto Nacional do Livro e do Disco, 1980
  • A inadiável viagem. Maputo, Associação dos Escritores Moçambicanos, 1985
  • Vinte e tal novas formulações e uma elegia carnívora. Lisboa, ALAC, 1992.
Prefácio de Ana Mafalda Leite
  • Mariscando luas. Lisboa, Vega, 1992
Com Chichorro (ilustrações) e Ana Mafalda Leite
  • Lidemburgo blues. Lisboa, Editorial Caminho, 1997
  • O osso côncavo e outros poemas (1980–2004). Lisboa, Editorial Caminho, 2005
Antologia de poemas dos livros anteriores e poemas novos
Com um texto de Ana Mafalda Leite: O que sou de sobrepostas vozes
  • Pneuma Lisboa, Editorial Caminho, 2009
  • A Canção de Zefanías Sforza (romance) Porto, Porto Editora, 2010
  • Antologia Poética. Belo Horizonte, Editora UFMG, 2011. Coleção Poetas de Moçambique
Antologia de poemas dos livros anteriores e poemas novos.
Com posfácio de Cíntia Machado de Campos Almeida : Incursões de um poeta 'nas veias em fúria da memória'

Theatre[edit]

  • Karingana
  • Vim-te buscar
  • D'abalada
  • Tremores íntimos anónimos (with António Cabrita)

Awards[edit]

  • Prémio Nacional de Poesia de Moçambique (1995)

Sources and external links[edit]